Drenagem Linfática: o que é e como fazer

em

Criada há 90 anos pelo dinamarquês Emil Vodder, a massagem de drenagem linfática é uma técnica que visa estimular o sistema linfático a funcionar corretamente. Isso permite que o corpo elimine o excesso de líquidos e toxinas, diminuindo assim o inchaço do corpo. Mas o que é o sistema linfático?

“O sistema linfático faz parte do sistema circulatório e atua como um depósito de resíduos. Ele acelera o movimento da linfa para os gânglios linfáticos, livrando os tecidos do corpo de toxinas, como bactérias, detritos celulares e demais resíduos, e depois os devolve à corrente sanguínea para serem finalmente removidos pelos rins. A drenagem linfática também estimula a formação de glóbulos brancos que são muito importantes para o sistema imunológico” compartilha Rebecca Faria, especialista.

POR QUE FAZER DRENAGEM LINFÁTICA?

A fisioterapeuta Joana Medrado, especialista em drenagem linfática, lista 5 motivos para apostar na técnica como uma aliada na busca por um corpo saudável: Organismo sem impurezas: a estimulação manual ativa os sistemas linfático e circulatório, ajudando o organismo a eliminar toxinas; Sem inchaço: com a maior circulação do sangue, a tendência é diminuir a retenção de líquidos e, assim, reduzir áreas mais inchadas;

Aumento da oxigenação dos tecidos: o volume drenado volta para a corrente sanguínea e, posteriormente para coração e pulmão, fazendo que um volume maior de sangue oxigenado seja redistribuído para o corpo; Aceleração do metabolismo celular: com o aumento do oxigênio no corpo, mais as célular vão “trabalhar” para metabolizar esse oxigênio; Melhora do aspecto celulítico: se a cliente tiver alguma parte do corpo com esse aspecto e que ele seja decorrente de um edema.

EXISTEM RESTRIÇÕES?

Apesar de ser extremamente benéfica, a drenagem linfática não é recomendada para todos. Pessoas que tem algum risco vascular, como por exemplo, trombose, insuficiência cardíaca ou hipertensão descompensada não devem realizar a técnica. “Além disso, não é ideal que pessoas com alguma infecção façam drenagem, para não termos o risco de células infecciosas entrarem no sistema linfático. O tratamento também não é recomendado para mulheres que estão com menos de 3 meses de gravidez” alerta Rebecca.

COMO REALIZAR DRENAGEM EM CASA

Apesar de ser mais recomendado a procura de um profissional, a profissional aconselha aos leitores da BOA FORMA a adoção de uma rotina de autodrenagem para reduzir o inchaço no corpo e promover a remoção de toxinas de seus corpos.

“Eu recomendo realizar o tratamento de forma consistente 2 vezes por semana ou semanalmente. Estes são alguns vídeos feitos por mim ensinando a massagem de autodrenagem nas principais áreas do corpo”…

Drenagem Linfática: o que é e como fazer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s