Detox capilar: você deveria adotar a prática?

em

Diariamente nossos cabelos são expostos a diversas situações que comprometem sua saúde. A poluição urbana, excesso de produtos e até mesmo resíduos podem prejudicar seu crescimento e aparência. Por isso, investir em um detox capilar – uma sequência de cuidados que irão limpar mais profundamente os fios e o couro cabeludo -,  de tempos em tempos, pode ser uma boa ideia.

Além disso, o detox também deixa o cabelo mais propício para hidratações como substancias reconstrutivas para o fio. COMO FAZER O DETOX  CAPILAR peeling/esfoliante do couro cabeludo “Para o detox, recomendo aliar o shampoo e condicionador a um peeling capilar pré-biótico, que fará uma lavagem que realiza uma microesfoliação física e também química atuando na renovação celular. Além disso, a ação prebiótica possibilita atingir um equilíbrio na microbiota do couro cabeludo. Para tratar e prevenir inflamações e doenças nesta pele que age até mesmo como proteção imunológica para o corpo” aconselha Joyce Rodrigues, farmacêutica bioquímica especialista em cosmetologia.

SHAMPOO ESFOLIANTE, VITA PEELING

A profissi

onal ainda explica que o peeling capilar, com fórmula inteligente, previne e trata ao mesmo tempo, com uma combinação única de ativos multifuncionais e prebióticos, alimentando a microbiota da pele, reequilibrando os fungos e bactérias do couro cabeludo, além de nutrir e aliviar a sensação de desconforto da coceira. “Vamos ter um desobstrução de poros e uma limpeza que irá retirar as células mortas e  também auxiliar no equilíbrio da pele do couro cabeludo. Com o uso de ativos prébióticos é possível ajudar até mesmo no tratamento de doenças como caspa, dermatite seborréica, psoríase, alopecia e casos de eflúvio”. shampoo de limpeza profunda Os produtos de limpeza profunda são os mais utilizados durante o processo. Com ação queratolítica (que remove as impurezas do couro cabeludo, facilitando assim a penetração de outros ativos), eles promovem a remoção dos resíduos do couro cabeludo, removendo crostas e resíduos de produtos como leave-in, mousses, condicionadores e poluição, até o controle da oleosidade. SHAMPOO ENERGIZING DETOX, LOVE BEAUTY AND PLANET COMPRE AQUI OS RISCOS DA PRÁTICA

É preciso tomar cuidado na hora de realizar o detox capilar. “Pessoas com couros cabeludos sensibilizados, com dermatite de contato ou outras doenças do couro cabeludo, como psoríase, devem evitar porque a prática pode piorar, ao invés de melhorar”. Além disso, não devemos abusar da prática. A limpeza profunda quando feita muito frequentemente pode levar ao efeito rebote, piorando a oleosidade.

FREQUÊNCIA QUE DEVE SER FEITA

De acordo com o hair stylist Gil Britto, para cabelos oleosos deve ser feito a cada 15 dias em média, e cabelos normais a secos, uma vez ao mês seguido de uma hidratação para não fragilizar os fios.

Detox capilar: você deveria adotar a prática?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s